04:38 am
31 maio 2016

Resumo de Teses #5

CRESCIMENTO E DESEMPENHO MOTOR EM PRÉ-ESCOLARES DE ITAPIRA: UM ENFOQUE BIO-SÓCIO-CULTURAL

Autor: Miguel de Arruda
Orientador: Dra. Maria Beatriz Rocha Ferreira

O objetivo básico do estudo foi analisar, por meio de abordagem transversal, o comportamento de variáveis que procuram evidenciar os fatores de crescimento, desempenho motor, com um enfoque nos aspectos sócio-culturais, em crianças integrantes da faixa etária pré-escolar, pertencentes ao município de Itapira, SP. Buscando comparações com outros estudos pertinentes à idade e área de abrangência, foram estudadas 1.543 crianças de ambos o sexos, com idades entre 3 e 7 anos; a maioria delas matriculadas nas classes de pré-escola do município. Os fatores de crescimento foram determinados a partir de medidas de peso, altura, altura tronco-cefálica, larguras ósseas, perímetros de membros e quantidade de gordura subcutânea nas regiões bicipital, tricipital, subescapular, suprailíaca, abdominal e medial de perna. O desempenho motor foi verificado pelos testes de preensão manual direita e esquerda, salto à distância parado, flexibilidade (sentar e alcançar), corrida de ir e vir (9,14m) e corrida de 20 metros. Para as questões sócio-culturais foi utilizado um questionário, através do qual buscou-se identificar o ambiente familiar da criança, suas inter-relações familiares, moradia, estado de saúde, alimentação e suas tarefas motoras. As crianças investigadas apresentaram de modo geral, peso e altura superiores à população de referência (NCHS), bem como à de crianças de outros estudos nacionais. No entanto, mostraram coincidência quanto ao comportamento evolutivo dessas variáveis. As medidas de larguras ósseas e perímetros de membros, quando comparados com dados nacionais e internacionais, na maior parte das vezes, são favoráveis às crianças deste estudo. Nas medidas de dobras cutâneas, os valores obtidos nesta investigação foram superiores aos dos estudos comparativos. Seguem algumas evidências das outras pesquisas de que embora as meninas apresentem maiores quantidades de gordura subcutânea que os meninos, evoluem de forma semelhante. Nos testes de desempenho motor, os resultados foram favoráveis às crianças de Itapira e as tendências de melhorias com a idade e as diferenças em relação ao sexo, são idênticas aos demais estudos. No tocante às questões sócio-culturais, identificou-se que o município apresenta situação de boa qualidade de vida, não havendo, portanto, fator que pudesse justificar agravos no processo de crescimento e desempenho motor das crianças. Acredita-se, desta forma, que a despeito da população não possuir alto poder aquisitivo de maneira geral ocorre uma situação de boa qualidade dos serviços públicos oferecido aos municípios; assim, obtêm-se reflexos favoráveis nos indicadores de saúde da população infantil.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS
Faculdade Educação Física
Programa de Pós-Graduação em Educação Física
Tese de Doutorado em Educação Física
Campinas, SP, 05 de setembro de 1997.

Deixe seu Comentário